A comida (re)une.

Por Ricardo Melillo

Dessa vez sem fotos e sem receita. Ontem eu ratifiquei um dos motivos pelos quais sou apaixonado por comida (além do prazer de comer e cozinhar). Almocei com meus antigos e queridos amigos Seu Zé Piqueno, Dona Andrea, Vóvó e Titia do Cristiano e o mesmo, em pessoa, himself. Teve de A a Z: Costela, frango caipira, arroz, mandioca, feijão. E, de sobremesa, um poutporris de opções como mousse de banana e suspiro, torta de maça, compota de casca de laranja, goiabada e vários, vários tipos de queijos e requeijões. Comida = família; família = comida. E eu tenho orgulho de me sentir parte dessa família também.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s